12:31  
     
       ESTILOS DE VIDA
      Um estilo de vida saudável promove a saúde
  DICAS PARA UM ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL
  Desporto, Alimentação, Férias, Deixar de fumar, Alcoól
ESTILOS DE VIDA - VIAJAR PARA DESTINOS INTERNACIONAIS

As viagens internacionais podem alterar o estado de saúde, em função do destino, da altura do ano, da duração da estadia e do tipo de actividades previstas. Mudanças súbitas de altitude, humidade, temperatura, presença de agentes infecciosos, condições higieno-sanitárias e as características individuais do viajante são factores a ter em conta.

Malária, febre amarela, cólera, encefalite japonesa, febre tifóide, tétano, hepatite A ou B, são algumas das doenças que se podem prevenir. Por isso, antes de viajar, recorra a uma consulta do viajante, disponível nos principais hospitais.

De acordo com o país ou região para onde se viaja serão indicadas as medidas profiláticas mais adequadas. Os idosos, doentes crónicos, grávidas e bebés devem ter cuidados acrescidos. Viajar com segurança passa por juntar à bagagem uma farmácia básica, que contemple eventuais problemas de saúde já existentes, bem como os pequenos incidentes do dia-a-dia.

Inclua medicamentos:

Que toma habitualmente, na quantidade adequada ao tempo da viagem, mais uma embalagem de reserva, para fazer face a qualquer imprevisto que possa prolongar a estadia; estes devem ser devidamente acondicionados e de preferência transportados na bagagem de mão. Leve também uma receita de todos os medicamentos identificados por nome genérico.

● Para dores e febre
● Para constipações e tosse
● Para diarreias
● Para o enjoo
● Para prevenir e tratar picadas de insectos
● Solução desinfectante
● Pensos rápidos, adesivo, ligaduras, compressas esterilizadas e tesoura
● Termómetro

Durante a viagem e as férias

São diversos os riscos a acautelar: CALOR, SOL E HUMIDADE – Em regiões quentes, deve beber muitos líquidos, comer ou beber alimentos ricos em sais minerais (frutas e vegetais), usar vestuário de algodão, evitar a exposição solar a meio do dia, aplicar protector solar com índice elevado, usar chapéu e óculos de sol. HIGIENE ALIMENTAR E SANITÁRIA – Para prevenir o risco de ingerir alimentos ou água contaminados, causa de diarreia e doenças como a cólera, importa: beber apenas água engarrafada, não usar gelo nas bebidas, beber apenas leite pasteurizado, ingerir apenas alimentos bem cozinhados, comer fruta lavada e descascada por si, não comer saladas cruas nem alimentos adquiridos em vendedores ambulantes, lavar bem as mãos depois de ir à casa-de-banho e antes de manusear ou comer alimentos.

INFECÇÕES – A malária é uma doença frequente na maioria dos destinos tropicais, transmitida pela picada do mosquito. Entre os cuidados a ter incluem-se a toma do antimalárico, o uso de repelente e de roupas claras que protejam a maior parte do corpo, em especial ao amanhecer e entardecer. SAÚDE SEXUAL – As doenças sexualmente transmissíveis são igualmente um risco. Apenas a hepatite B pode ser prevenida com vacinação. A prevenção faz-se através da prática de sexo seguro, pelo que os preservativos são obrigatórios na bagagem.

Depois das férias

O fim da viagem não significa o fim dos cuidados. A profilaxia da malária deve continuar até final do tratamento. Nas semanas após o regresso, há que estar atento a qualquer alteração ao estado de saúde. Qualquer sintoma, como febre, deve suscitar uma consulta médica.

ESTILOS DE VIDA - OS JOVENS E O ALCOÓL

Nesta farmácia encontras privacidade para falares sobre o que te preocupa. Pessoas como o farmacêutico em que podes confiar para expor as tuas dúvidas, com toda a garantia de confidencialidade e sem juízos de valor.

A primeira vez

É nas primeiras saídas com amigos que, por vezes, se dá o primeiro contacto como álcool. Afinal, esta é uma fase de experiências e desafios! Duas faces, por momentos sentes-te mais à vontade, mas há um preço a pagar. É que o álcool tem duas faces e pode ser traiçoeiro e perigoso:

● A desinibição e a ousadia podem conduzir a excessos e a más decisões
● Os reflexos alteram-se e demora-se mais tempo a reagir, a visão e o pensamento ficam
    “nublados” e perde-se capacidades
● É maior o risco de acidentes se conduzires ou viajares num carro conduzido por alguém
   que bebeu – os acidentes de viação são a principal causa de morte nos jovens
● Aumenta também o risco de consumir outras substâncias
● Nesta fase decisiva de crescimento, o consumo excessivo de álcool influencia negativamente
   a personalidade, as capacidades físicas e intelectuais
● Em situações de abuso o risco de intoxicação alcoólica é iminente e pode levar ao hospital
● Quando o consumo excessivo se torna um hábito, há risco de desenvolver doenças crónicas
   (do fígado e estômago) e muitas outras.


Pára e pensa...!

Por lei não é permitido consumir álcool antes dos 16 anos - se o fizeres antes dos 18 anos estás a prejudicar seriamente a tua saúde;
Cada bebida tem um teor alcoólico diferente - não é o mesmo beber uma cerveja ou um shot;
Não é igual nos rapazes e raparigas - igual quantidade de álcool resulta, nas raparigas, em níveis mais elevados no sangue, devido a diferenças na composição corporal;
Não é preciso beber e muito menos em excesso para te divertires;
Resiste à pressão - se não te apetecer beber ou se achas que já chega, diz não com convicção.


É importante conhecer os sinais que te dizem quando ultrapassaste o teu limite – está na altura de pousar o copo e dar lugar às bebidas sem álcool! Em matéria de consumo de álcool, mais vale não abusar. E se já bebeste, reflecte um pouco: Para pesar prós e contras, é importante estar informado. Pergunta a quem sabe e em quem confias – alguém da tua família, professores, profissionais de saúde, ou um amigo: ouve o que têm para dizer e coloca as tuas dúvidas.

ESTILOS DE VIDA - ATIVIDADE FÍSICA

Actividade Física é praticar com regularidade actividades que impliquem movimento e, logo, gasto de energia. É caminhar, nadar, dançar, jardinar… Não é por isso obrigatório ir ao ginásio ou praticar exercícios com elevada intensidade: o que é preciso é apostar numa vida fisicamente mais activa, em qualquer idade, mesmo em caso de doença, ou em momentos da vida muito especiais, como a gravidez.

Com a ajuda desta farmácia, contribuimos para a promoção da saúde e prevenção da doença, pelo que aqui encontra informação sobre estilos de vida saudáveis e sobre a importância da actividade física para a saúde e o bem-estar físico e mental. Para escolher a actividade mais adequada à sua idade e estado de saúde, conte com o seu farmacêutico. Mantenha-se saudável e motivado. Comprometa-se com uma vida mais activa!

Ser activo é viver saudável:

● Regula o peso, prevenindo os quilos a mais
● Melhora a circulação sanguínea
● Ajuda a respirar melhor
● Diminui o risco de várias doenças crónicas
● Aumenta a resistência dos ossos, prevenindo a osteoporose
● Aumenta a flexibilidade e fortalece os músculos
● Contribui para uma melhor coordenação de movimentos e equilíbrio, reduzindo o
   risco de quedas

Uma vida mais activa também se reflecte na saúde mental e no bem-estar psicológico:

● Aumenta a boa disposição e o humor
● Diminui o stress e o risco de ansiedade ou depressão
● Previne comportamentos de risco, principalmente em crianças e jovens
● Promove a interacção social
● Melhora a imagem corporal e eleva a auto-estima

Pelo contrário, uma vida sedentária não faz bem à saúde. São muitos os riscos: de doença cardiovascular, de hipertensão e enfarte, de colesterol elevado, de diabetes tipo 2, de vários tipos de cancro e de obesidade.

Passos para o bem-estar

Nunca é tarde para dar o primeiro passo e depois, os benefícios compensam! Comece por afastar todos os motivos que o têm impedido de se manter fisicamente activo: não praticar exercício há muito tempo ou não ter tempo… E comprometa-se com a sua saúde e bem-estar:

● Escolha uma actividade ou desporto que lhe agrade: ao ar livre ou no ginásio, para praticar
   sozinho ou em grupo
● Comece pouco a pouco com actividade física de intensidade reduzida
● Aumente progressivamente o tempo que dedica à actividade física
● Registe os seus progressos e motive-se!
● Seja activo no dia-a-dia: ande a pé sempre que possível, opte pelas escadas
   (sobretudo a subir) em vez do elevador…
● Conquiste amigos: a actividade física é mais motivadora e agradável com companhia
● Não desista ao primeiro contratempo: a regularidade é essencial para colher mais benefícios
   e serem duradouros

À SUA MEDIDA: os benefícios que se obtêm dos vários tipos de exercício:



ESTILOS DE VIDA - DEIXAR DE FUMAR: MISSÃO POSSÍVEL


Vale a pena deixar de fumar?

Claro! A sua saúde vai beneficiar, porque diminui o risco de sofrer de uma doença respiratória, cardiovascular ou cancro. Para as suas finanças, vai gastar menos dinheiro. A sua família também vai ver diminuído o risco de sofrer de doenças respiratórias.

PORQUE SÃO NECESSÁRIOS PRODUTOS DE SUPORTE?

Motivação e determinação para deixar de fumar são essenciais, mas nem sempre são suficientes para vencer os laços fortes que a nicotina cria com o organismo de um fumador. Nesse caso, a decisão pode ser reforçada com a ajuda de produtos específicos, e que aumentam o êxito desta sua decisão, sobretudo nos primeiros meses em que é mais difícil deixar de fumar.

Que produtos existem para ajudar a deixar de fumar?

Existem dois tipos de produtos de suporte: com ou sem nicotina. No primeiro grupo incluem-se os que são utilizados na terapia de substituição de nicotina: sem o acto de fumar, o organismo continua a receber nicotina, que será progressivamente reduzida, atenuando-se assim os sintomas da privação, sempre desagradáveis. Antes de iniciar este método, deve aconselhar-se com o seu médico ou farmacêutico sobre a alternativa mais adequada ao seu caso.

Existem vários produtos disponíveis no mercado português, sem ser necessária receita médica:

GOMAS/PASTILHAS

Quando se sente necessidade de fumar, mastiga-se ou chupa-se uma pastilha: lentamente, a nicotina vai-se libertando na boca e sendo absorvida pelo sangue. Enquanto se mastiga, apenas se pode beber água.

ADESIVO

Aplica-se na pele, limpa e seca, no braço ou no tronco, uma vez por dia à mesma hora, não se devendo voltar a usar o mesmo local durante uma semana. Através da pele, a nicotina passa para o sangue a um ritmo regular. Esta terapia deve prolongar-se por seis a doze semanas, sendo a dose reduzida gradualmente. Ao iniciar a utilização destes métodos, deve parar de fumar, pois existe o risco de uma sobrecarga de nicotina no organismo: a que é fornecida pelo tabaco e a que provém das pastilhas ou dos adesivos.

Além da terapia de substituição da nicotina, existem ainda:

COMPRIMIDOS DE LIBERTAÇÃO PROLONGADA

Sujeitos a receita médica obrigatória, são a base do tratamento que dura sete a nove semanas. Grávidas e adolescentes não devem tomá-lo e muita precaução em idosos e doentes renais e hepáticos.

MÉTODO DE REDUÇÃO GRADUAL

Solução que se deita no filtro do cigarro e que reduz gradualmente a absorção de nicotina ao ponto de o fumador deixar de sentir vontade de fumar.

COMO SE PODE AVALIAR A ELIMINAÇÃO DE MONÓXIDO DE CARBONO?

A determinação do nível de monóxido de carbono (CO) no ar expirado consiste num teste simples, que permite verificar em que medida o organismo está afectado pelo tabaco, bem como verificar o decrescer desses níveis ao longo do tempo, desde o momento em que deixa de fumar.

E SE HOUVER UMA RECAÍDA?

É possível que sinta a tentação de voltar a fumar. Lembre-se que essa urgência só dura três a cinco minutos. Não desista, pense nos benefícios de deixar de fumar e mantenha a sua determinação. As recaídas são frequentes e ocorrem geralmente nos primeiros meses. Muitos ex-fumadores tentaram várias vezes antes de, finalmente, conseguirem. Deixar de fumar pode ser difícil, mas é possível.

COM A AJUDA DO SEU FARMACÊUTICO

O seu farmacêutico pode ajudá-lo com informação, mas também com orientação à sua medida. Procure na sua farmácia o serviço de cessação tabágica e comprometa-se com a sua saúde.
Visite a página deste site sobre o serviço de avaliação e cessação da dependência tabágica
Farmácia MARISOL
Praceta Manuel Fevereiro Nº 1–F MARISOL
2820-382 CHARNECA DE CAPARICA
HOME | A FARMÁCIA | PRODUTOS | SERVIÇOS | CONTACTE-NOS
Copyright (C) 2012, FARMÁCIA MARISOL - Todos os direitos reservados. Website concebido por www.webzenite.net distribuido por www.tecniware.pt