23:28  
     
      HIGIENE BUCO DENTARIA
      A higiene da boca e dos dentes é essencial
  CONSELHOS DA FARMÁCIA SOBRE HIGIENE BUCO DENTÁRIA
  Informação sobre este assunto, nos adultos e nas crianças.
HIGIENE BUCO-DENTÁRIA
Para que cada indivíduo possa tomar conta da sua própria saúde oral, é necessário que adquira os saberes e as competências adequadas. Actualmente, em inúmeros países, existe a convicção de que essa aprendizagem pode e deve ocorrer durante a infância e a adolescência.

O que é uma boa Higiene Oral?
Uma boa Higiene Oral resulta numa boca que cheire bem, pareça e esteja saudável. Isto quer dizer que:

● Os seus dentes estão limpos e sem restos alimentares
● As suas gengivas têm uma cor rosa pálido e não doem nem sangram quando
   usa o fio dentário
● O mau-hálito não é um problema constante

Se as suas gengivas doem ou sangram ao escovar os dentes ou ao usar o fio dentário, ou se você apresenta um mau-hálito constante, visite o seu dentista. Qualquer uma destas situações pode ser um problema. O seu dentista/higienista pode ajudá-lo a aprender técnicas correctas de Higiene Oral e a mostrar-lhe como certas áreas na sua boca podem precisar de uma atenção extra durante a escovagem e/ou uso do fio dentário.

Mais especificamente os seguintes problemas devem merecer a sua atenção:

● Desenvolvimento excessivo da placa e do tártaro
● Halitose
● Cárie
● Problemas e doenças periodontais: Gengivite e Periodontite

COMO É FEITA UMA BOA HIGIENE ORAL?
Manter uma boa Higiene Oral é uma das atitudes mais importantes que você pode fazer pelos seus dentes e pelas suas gengivas. Uns dentes saudáveis não só lhe permitem que pareça e se sinta bem como, também, tornam possível que coma e fale adequadamente. Uma boa saúde oral é importante para um bem-estar total.

Um cuidado diário preventivo, que inclui uma escovagem e uso do fio dentário correctos, ajudá-lo-ão a travar os problemas que surjam antes que evoluam e é muito menos doloroso, dispendioso e incomodativo que os tratamentos dentários mais evoluídos.

No período entre visitas regulares ao dentista, existem passos simples que cada um de nós pode tomar para reduzir, drasticamente, o risco de se desenvolver a cárie dentária, as doenças das gengivas e outros problemas dentários. Estes passos incluiem:

● Escovar os dentes duas vezes ao dia e usar o fio dentário diariamente
● Fazer uma dieta equilibrada e evitar os lanches entre refeições
● Usar produtos dentários que contenham flúor, incluindo a pasta dentífrica
● Bochechar com um elixir fluoretado se o seu dentista o aconselhar
● Certificar-se que os seus filhos com menos de 12 anos tomam um suplemento de flúor

Você também pode escovar antes do almoço para reduzir a placa bacteriana. Recomendado escovar durante três a cinco minutos, de preferência com a escova de cerdas, e em linha reta.

A higiene oral é também necessária quando há regurgitação ou vómito. A escova deve ser introduzida e os filamentos de escova entre o espaço entre os dentes. Também passar a escova para o interior da bochecha, língua, palato e gengivas. Se uma anormalidade é observada deve consultar um especialista.

Gengivas saudáveis, não sangram com a escovagem. Se houver um sangramento com normal escovagem pode existir gengivite. A solução é simples: ir a um dentista para realizar uma boa limpeza dentária. Recomenda-se que a limpeza profissional seja levada a cabo pelo menos duas vezes por ano. Use também frequentemente o fio dental.

OS PRIMEIROS DENTES
Os dentes começam a desenvolver-se já durante a gravidez e a erupção dá-se a partir do 6 mes após o nascimento. Tendo em conta este facto é fundamental que a mãe tenha uma alimentação equilibrada para proporcionar o correcto desenvolvimento da dentição.

Nem sempre o nascimento dos dentes é um problema para o bebé, no entanto para a maioria causa agitação, irritação e alterações do apetite e sono. Como aliviar os sintomas?

● Usar anéis de dentição
● Usar alimentos duros (ex. : côdea de pão, maçã ou cenoura) vigiando para não se engasgar
● Limpar a baba e aplicar cremes protectores para evitar irritação
● Aplicar geles anestésicos locais

Os primeiros dentes ou dentes do leite, apesar de temporários, são importantes. Além de ajudarem à mastigação contribuem para a manutenção do espaço onde vão nascer os dentes definitivos, facilitam a articulação de sons, intervêm na respiração, na deglutição e no crescimento dos maxilares. Por isso, devem ser cuidados.

Como cuidar dos primeiros dentes?
● Limpar as gengivas do bebé com gaze humedecida em água e manter o procedimento à
   medida que vão nascendo os dentes;
● Iniciar a escovagem com dentífrico e escova próprios para criança quando já estiverem
   quase todos os dentes nascidos (18 a 33 meses);
● Promover a autonomia da criança para escovagem dos dentes a partir dos 3 anos;
● Ensinar a lavar os dentes após o pequeno-almoço e ao deitar dando o exemplo;
● Introduzir os alimentos sólidos a partir do primeiro ano e substituir o biberão por
   copo e colher, pois mastigar ajuda a desenvolver os maxilares e os dentes;
● Evitar doces entre refeições;
● Dar suplementos de flúor;
● Levar ao dentista a partir dos 2 anos.
Farmácia MARISOL
Praceta Manuel Fevereiro Nº 1–F MARISOL
2820-382 CHARNECA DE CAPARICA
HOME | A FARMÁCIA | PRODUTOS | SERVIÇOS | CONTACTE-NOS
Copyright (C) 2012, FARMÁCIA MARISOL - Todos os direitos reservados. Website concebido por www.webzenite.net distribuido por www.tecniware.pt